Vitor Silva/SSPress
Vitor Silva/SSPress

Calor esperado para jogo às 11h preocupa zagueiro do Botafogo

Diego Giaretta vê questão climática como prejudicial ao time

Estadão Conteúdo

19 de agosto de 2015 | 16h33

O forte calor esperado para o horário do jogo entre Botafogo e Paysandu neste domingo, às 11 horas, no estádio do Engenhão, no Rio, pela 20.ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro, preocupa o zagueiro Diego Giaretta, da equipe carioca. Em entrevista nesta quarta-feira, o jogador disse que embora os atletas venham treinando em horário semelhante para que se adaptarem, existe um desgaste inevitável em razão da temperatura que pode afetar o rendimento da equipe.

A adoção do novo horário foi uma medida tomada pela CBF, com a concordância dos clubes, para tentar atrair maior público para os estádios. Na Série A, a antecipação dos horários de alguns jogos deu certo quanto aos torcedores, mas também foi alvo de críticas dos atletas.

"A questão climática pode ser um fator contrário. Temos sentido a sensação de calor nos treinos, o que desgasta muito", considerou Diego Giaretta após o treino desta quarta-feira. "Tivemos esta semana de adaptação com todos os treinamentos na parte da manhã. Além disso, somos acompanhados de perto pela fisiologia e nutrição para nos orientar sob os cuidados no clube e em casa".

Tudo o que sabemos sobre:
futebolBotafogoDiego GiarettaSérie B

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.