Guillermo Granja/Reuters
Guillermo Granja/Reuters

'Calouro internacional' e ex-time de 3ª divisão: conheça o rival do Palmeiras

Tucumán supera passado em ligas regionais e faz história na primeira disputa de Libertadores

Ciro Campos, O Estado de S. Paulo

24 Fevereiro 2017 | 11h00

Atlético Tucumán, muito prazer. É com essa saudação que a equipe argentina começa somente agora, em 2017, com mais de 100 de história, a apresentar as credenciais ao restante do continente. Apenas neste ano o clube conseguiu a honra de disputar pela primeira vez um torneio internacional. E logo na participação inaugural da Copa Libertadores a equipe tem pela frente na estreia da fase de grupos o atual campeão brasileiro, o Palmeiras.

O jogo no dia 8 de março no estádio Monumental José Fierro será o mais importante da trajetória do time fundado em 1902. Chamado de "Decanos", por ser o primeiro clube a ser fundado no norte de Argentina, o Tucumán passou neste século seis temporadas na terceira divisão, penou com dois rebaixamentos da elite à segunda divisão e graças ao aumento no número de vagas na Copa Libertadores, conseguiu a chance de disputar a competição.

O time tem como maior orgulho ser multicampeão de ligas regionais e confirmou vaga na fase de grupos da Libertadores nesta quinta-feira, ao eliminar o Junior Barranquilla, da Colômbia. O time argentino não jogadores conhecidos e garantiu o direito de disputar a competição internacional ao conquistar a última vaga disponível, a de quinto colocado no campeonato nacional do ano passado.

O caminho até chegar ao grupo do Palmeiras e de outro ex-campeão da América, o Peñarol, do Uruguai, começou com a histórica classificação em Quito, sobre o El Nacional. O avião que levaria elenco teve problemas de documentação para chegar à capital do Equador. O atraso fez o time embarcar à cidade na última hora, ir às pressas do aeroporto ao estádio e emprestar uniforme da seleção sub-20 da Argentina para jogar.

A aventura rendeu um feito heróico. No confronto seguinte da etapa preliminar, contra o Junior Barranquilla, o Tucumán continuou a surpreender, avançou e agora tem pela frente o Palmeiras, time que joga com a responsabilidade de buscar o título da competição. "Nosso torcedor é bastante exigente. Conquistamos dois títulos nacionais nos últimos anos, então temos ciência que precisamos evoluir para chegar forte na Libertadores", disse nesta quinta o goleiro Fernando Prass.

Mais conteúdo sobre:
Palmeiras Libertadores

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.