Marcos Arcoverde/Estadão
Marcos Arcoverde/Estadão

Câmara aprova medida de renegociação das dívidas dos clubes

Proposta de parcelamento em até 240 meses ainda precisa de aprovação do Senado e também da presidente Dilma Rousseff

O Estado de S. Paulo

18 de dezembro de 2014 | 11h34

A Câmara dos Deputados aprovou, nesta quarta-feira, a proposta do deputado Jovair Arantes (PTB-GO) que propõe que os clubes brasileiros renegociem suas dívidas com a União se utilizando de isenção tributária e parcelando as mesmas em até 240 meses. O texto agora será analisado pelo Senado e, se aprovado, passará por uma avaliação da presidente Dilma Rousseff.

Além do prazo de 25 anos para o pagamento, a proposta de Jovair Arantes, que também é vice-presidente do Atlético-GO, indica uma redução de 70% das multas e 30% dos juros. De acordo com os parlamentares, a dívida total dos clubes com a União é de R$ 3,7 bilhões.

A medida é totalmente contrária à ideia do Bom Senso Futebol Clube, que há algum tempo foi responsável pela criação da Lei de Responsabilidade Fiscal do Esporte, que, entre outras coisas, previa a aplicação do fair play financeiro como condição para que as equipes renegociassem suas dívidas e que os clubes tivessem uma administração mais transparente. Essas propostas, além da ideia de que o clube que não cumprir com suas obrigações seja punido com rebaixamento, continuam em debate e a decisão deve ser divulgada apenas em 2015.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolBom Senso FC

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.