Pascal Guyot/AFP
Pascal Guyot/AFP

Camarões ganha no fim, elimina Argentina e Brasil segue sem adversária definida

Vitória com gol nos acréscimos classifica time para próxima fase e embola tabela

Redação, Estadão Conteúdo

20 de junho de 2019 | 15h38

Um gol aos 50 minutos do segundo tempo mudou a história de alguns países no Mundial Feminino, que está sendo realizado na França. Um belo gol da meia Ajara Nchout, após driblar uma defensora na entrada da área, deu a vitória a Camarões por 2 a 1 sobre a Nova Zelândia, no Stade de la Mosson, em Montpellier, que manteve o seu time com chances de classificação às oitavas de final, eliminou a Argentina e manteve o Brasil sem uma definição de quem será a rival na próxima fase.

Com o triunfo sobre a Nova Zelândia, Camarões terminou o Grupo E na terceira colocação com três pontos - a seleção da Oceania ficou na lanterna sem pontuar. Assim, as africanas conseguiram a classificação como uma das quatro melhores equipes que terminam a fase de grupos no terceiro lugar - as outras garantidas já são Brasil e China.

A quarta e última vaga ficará entre Nigéria, que terminou o Grupo A na terceira colocação, Chile e Tailândia. Estas duas se enfrentarão nesta quinta-feira, às 16 horas (de Brasília), em Rennes, mas precisam vencer por larga vantagem de gols - as chilenas por três, no mínimo, e as tailandesas por impossíveis 15. A Argentina, com dois no Grupo D, foi eliminada com a vitória de Camarões.

Caso o Chile consiga a sua classificação, o Brasil jogará nas oitavas de final contra a Alemanha, neste sábado, às 12h30, em Grenoble. Do contrário, a seleção de Marta e Cristiane duelará contra a França, no domingo, às 16 horas, em Le Havre.

No outro duelo do Grupo E, que valia a liderança, a Holanda derrotou o Canadá pela primeira vez na história e avançou às oitavas de final em primeiro lugar com nove pontos. O placar de 2 a 1 foi construído com os gols, todos no segundo tempo, de Anouk Dekker e Lineth Beerensteyn - a veterana Christine Sinclair havia empatado para as canadenses, que ficaram em segundo com seis.

Nas oitavas de final, a Holanda terá pela frente o Japão, na próxima terça-feira, às 16 horas, no estádio Roazhon Park, em Rennes. O Canadá jogará contra a segunda colocada do Grupo F, que será Suécia ou Estados Unidos, um dia antes, no estádio Parque dos Príncipes, em Paris.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.