Cambistas fazem a festa no Beira-Rio

Como já é tradicional em jogos decisivos no Brasil, os cambistas fizeram a festa, antes da partida entre Atlético-PR e São Paulo, nesta quarta-feira à noite, no Beira-Rio. Os ingressos, que foram vendidos nas bilheterias do Beira-Rio a R$ 5 tiveram um aumento de até 700% nas mãos dos atravessadores. Os cambistas ofereciam as entradas nas ruas próximas ao estádio, pelo preço mínimo de R$ 15, mas alguns as comercializavam por R$ 20 ou R$ 25. "Um cara (sic) queria nos empurrar um bilhete por R$ 70", contou Kobaiashi. "Xingamos e não compramos, claro", completou. Apesar do clima de decisão da Libertadores, o grupo de são-paulinos que veio a Porto Alegre garantiu que não haveria confronto com os paranaenses. "Não queremos briga. Somos de paz, nem estamos na nossa casa para brigar", disse, Marinho, em tom aparentemente pacífico. TREINO - O torcedor, no entanto, tinha alguma razão em não prever confrontos. Horas antes do jogo, cerca de 50 torcedores, diversos deles com camisas do São Paulo e do Atlético-PR assistiram juntos ao treinamento do Internacional, comandado pelo técnico Muricy Ramalho, em um dos campos de treino do clube, ao lado do Beira-Rio.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.