JF Diorio/Estadão
JF Diorio/Estadão

Cambistas oferecem ingressos para final do Paulistão por R$ 600

Com entradas para a decisão esgotadas, na quinta era possível adquiri-las do lado de fora do Allianz Parque a preços bem mais altos do que os oficiais

Ciro Campos e Paulo Favero, O Estado de S.Paulo

06 de abril de 2018 | 07h00

Os ingressos para o clássico entre Palmeiras e Corinthians, que decidirá o título do Campeonato Paulista, estão esgotados há dois dias, mas em frente ao Allianz Parque cambistas oferecem entradas a partir de R$ 600. A expectativa é que a procura se intensifique a partir de hoje, quando torcedores poderão trocar bilhetes por alimentos para ver amanhã o último treino do alviverde antes da decisão.

+ Palmeiras se blinda contra o favoritismo na decisão

Quando os ingressos foram colocados à venda, pela Internet e apenas para sócios-torcedores, a cota se esgotou em minutos. Na quinta-feira, o Estado esteve no lado externo do Allianz e constatou o movimento de algum cambistas. “É preciso ter disposição”, brincou um deles, lembrando que tem muita gente interessada nas entradas até pela importância do duelo e pela rivalidade entre as equipes – vale lembrar que o confronto terá torcida única, por determinação do Ministério Público.

A origem dos ingressos nas mãos de cambistas não é muito clara, até porque o Palmeiras afirma manter um sistema que coibiria essas situações. Um dos setores que estavam nas mãos dos cambistas era o Gol Norte, local onde costuma ficar as torcidas organizadas no Allianz Parque. Procurado, o Palmeiras não se manifestou até a publicação desta reportagem.

A expectativa da diretoria do clube é que o público no clássico supere o recorde do estádio, de 41.008 pessoas, registrado em 10 de outubro de 2017 na partida entre Brasil e Chile, pelas Eliminatórias para a Copa do Mundo. O recorde do Palmeiras em sua arena é de 40.986 pagantes, no jogo com a Chapecoense, em 27 de novembro de 2016, pelo Brasileiro.

Pelo programa Avanti, os torcedores são divididos de acordo com um “rating” que vai de uma a cinco estrelas. Essa pontuação é levada em conta na hora da comercialização dos ingressos, ou seja, um torcedor cinco estrelas tem o direito de comprar o bilhete antes de um sócio quatro estrelas, e assim por diante. Em uma partida de alta demanda, as entradas se esgotaram rapidamente.

O início das vendas contou com carga de 24 mil ingressos para os sócios do programa Avanti. Depois de um período, as vendas são abertos para o público em geral. As entradas para portadores de necessidades especiais, proprietários de camarotes e cadeiras cativas e para a comercialização interna aos associados demoram um pouco mais para serem vendidas.

Desde que inaugurou o novo estádio no lugar do Palestra Itália, o Palmeiras tem mantido boa média de público, mesmo cobrando ingressos a preços salgados para o futebol brasileiro. O bilhete mais barato para a decisão era R$ 120 para o setor Gol Norte (meia-entrada por R$ 60) enquanto a Central Oeste saía por R$ 300 (R$ 150 meia-entrada).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.