Duda Bairros / Vicar
Duda Bairros / Vicar

Camilo vence, mas Serra fica em 2º em Interlagos e conquista o tri da Stock Car

Daniel Serra iguala o pai, Chico, em número de títulos na categoria do automobilismo

Redação, Estadão Conteúdo

15 de dezembro de 2019 | 16h41

Daniel Serra confirmou o favoritismo e conquistou o tricampeonato da Stock Car. O título do piloto da Eurofarma foi confirmado depois que ele terminou em segundo lugar na última corrida da temporada de 2019 da categoria, em Interlagos, neste domingo.

Principal rival de Serra na briga pelo título, Thiago Camilo venceu a prova. No entanto, de nada valeu, porque o piloto da Ipiranga não conseguiu tirar 29 pontos de diferença e ficou com o vice. Marcos Gomes, que havia feito a pole, cruzou a linha de chegada em terceiro.

Com os três títulos consecutivos, Daniel Serra igualou o feito do pai, Chico Serra, que venceu em 1999, 2000 e 2001.

"Não é nem um pouco fácil, é tanta emoção. Foi um ano muito difícil, foi muito trabalhoso. A gente teve que saber jogar o jogo, não tínhamos o carro mais rápido, mesmo com menos pole e menos vitória, saímos como campeão. Agradecer a equipe, aos mecânicos", disse Serra.

Daniel era favorito ao título porque precisava chegar apenas entre os seis primeiros colocados em Interlagos. Fez mais que isso e, com uma corrida segura e sem sustos, conseguiu fechar a prova em segundo, sem dar brechas a seus adversários - além de Camilo, Ricardo Maurício, Rubens Barrichello, Júlio Campos e Felipe Fraga também tinham chances de levantar o troféu.

O desempenho de Serra neste domingo refletiu o que ele fez ao longo da temporada. Não foi um piloto dominante, de modo que venceu apenas uma etapa, a primeira do ano, no Velopark, em Nova Santa Rita, no Rio Grande do Sul, mas foi premiado pela regularidade ao longo do ano, subindo ao pódio em oito provas. A performance contrasta com a de Thiago Camilo, que triunfou em seis corridas, mas, por outro lado, abandonou outras três.

A última corrida de 2019 foi repleta de confusões na largada, o que fez cinco competidores abandonarem logo na primeira volta. A bagunça obrigou o carro de segurança a entrar na pista. Na relargada, houve mais acidentes, o primeiro envolvendo Diego Nunes e Gabriel Casagrande, e o segundo entre Felipe Lapenna, Marcel Coleta e Átila Abreu.

No final, Marcos Gomes perdeu a liderança para Thiago Camilo em razão da demora na parada e Daniel Serra aproveitou erros e problemas de seus oponentes, como o de Felipe Fraga, que sofreu com a falta de combustível, e fechou a corrida em segundo, ficando com o título. Gabriel Casagrande, Diego Nunes, Felipe Fraga, Ricardo Maurício, Rubens Barrichello, Julio Campos e Galid Osman completaram o Top 10.

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

A festa do mais novo tricampeão do pedaço! #StockCar40 #StockCar #GrandeFinal #Interlagos #DanielSerra

Uma publicação compartilhada por Stock Car (@stock_car) em

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.