Nilton Fukuda/Estadão
Nilton Fukuda/Estadão

Campeã, base da seleção brasileira é sempre repetida em Copas do Mundo

Em média, quase 70% do elenco brasileiro campeão da Copa das Confederações vai à Copa do Mundo, um ano depois

Diego Salgado - O Estado de S. Paulo,

30 de junho de 2013 | 23h05

SÃO PAULO - Tetracampeão da Copa das Confederações após a vitória por 3 a 0 sobre a Espanha, no Maracanã, o Brasil passou pelo primeiro grande teste antes do Mundial 2014 e provavelmente achou a base da equipe que disputará a Copa do Mundo 2014, daqui a pouco mais de 11 meses. Pelo menos essa é a tendência na seleção brasileira: em média, quase 70% do elenco campeão da Copa das Confederações em 1997, 2005 e 2009 estava presente na Copa do Mundo, um ano depois.

Em 1997, na primeira edição da Copa das Confederações, o Brasil faturou o título após quatro vitórias e um empate. Zagallo, à época, convocou 22 jogadores para a disputa da competição. Cinco meses depois, o treinador chamou 15 atletas do elenco campeão na Árabia Saudita: Dida, Cafu, Roberto Carlos, Aldair, Junior Baiano, Gonçalves, Dunga, César Sampaio, Doriva, Rivaldo, Zé Roberto, Leonardo, Ronaldo, Bebeto e Denílson. Outros sete jogadores foram lembrados por Zagallo: Taffarel, Carlos Germano, Zé Carlos, André Cruz, Emerson, Giovanni e Edmundo.

Oito anos depois, com Parreira à frente do time brasileiro, a proporção foi praticamente a mesma. Dos 23 jogadores convocados para a Copa do Mundo 2006, 14 haviam vencido a Copa das Confederações sobre a Argentina. Dida, Cicinho, Gilberto, Lucio, Juan, Luisão, Emerson, Gilberto Silva, Zé Roberto, Juninho Pernambucano, Kaká, Ronaldinho Gaúcho, Adriano e Robinho estavam na lista das duas competições.

O número poderia ser maior caso Parreira tivesse optado por Cafu e Roberto Carlos como os laterais da Copa das Confederações 2005. Assim como eles, Rogério Ceni, Julio Cesar, Cris, Mineiro, Ricardinho, Ronaldo e Fred foram, depois, lembrados para a disputa do Mundial 2006. 

Em 2010, com Dunga, o número de jogadores nas duas listas foi ainda maior. E a campanha no torneio-teste da Copa do Mundo, como a do time atual, também foi perfeita, com 100% de aproveitamento. No total, 17 atletas que sagraram-se campeões contra os Estados Unidos estavam no grupo que disputou o Mundial da África do Sul. O treinador brasileiro voltou a convocar Julio Cesar, Gomes, Maicon, Daniel Alves, Luisão, Lúcio, Juan, Felipe Melo, Gilberto Silva, Josué, Ramires, Elano, Julio Baptista,  Kaká, Luís Fabiano, Nilmar e Robinho. Seis eram novos: Doni, Michel Bastos, Gilberto, Thiago Silva, Kleberson e Grafite.

Felipão, agora, terá pouco mais de 11 meses para definir o grupo da Copa do Mundo 2014. Após o título sobre a Espanha, campeão mundial e bicampeão europeia, o Brasil voltará a campo no dia 14 de agosto, contra a Suíça, na Basileia. Em setembro, a seleção brasileira enfrentará a seleção de Portugal. O amistoso será disputado em Boston.

Confira os 23 campeões da Copa das Confederações 2013:

Goleiros: Julio Cesar, Diego Cavalieri e Jefferson.

Zagueiros: Thiago Silva, Réver, David Luiz e Dante.

Laterais: Daniel Alves, Jean, Marcelo e Filipe Luís.

Meias: Fernando, Luiz Gustavo, Hernanes, Paulinho, Oscar e Jadson.

Atacantes: Neymar, Fred, Lucas, Hulk e Bernard.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.