Campeão, Marcelo Grohe provoca o Inter: 'Todo gremista é Sport desde pequeno'

Goleiro do Grêmio faz alusão ao possível rebaixamento do rival Internacional

Estadão Conteúdo

09 de dezembro de 2016 | 20h31

Dois dias depois da conquista da Copa do Brasil, com o empate por 1 a 1 com o Atlético-MG, o goleiro Marcelo Grohe ainda comemora o título nesta sexta-feira. Mas sem esquecer o desesperado rival Internacional. Prova disso foi a provocação em entrevista à Rádio Gaúcha, na qual cravou: "Todo gremista é Sport desde pequeno".

"A gente estava muito focado na conquista. A gente queria marcar o nome na história do Grêmio sendo campeão. Vamos ver o que vai acontecer, mas todo gremista, neste fim de semana, é Sport desde pequeno", declarou.

Isso porque na última rodada do Campeonato Brasileiro o Inter vai encarar o Fluminense, domingo, no Giulite Coutinho, mas depende demais do resultado do Sport contra o rebaixado Figueirense, na Ilha do Retiro. O time gaúcho abre a zona de rebaixamento, com 42 pontos. Precisa vencer o seu jogo e torcer por um tropeço dos pernambucanos, que estão em 16.º e têm 44 pontos.

Outra possibilidade para o Inter é ultrapassar o Vitória. Esta, no entanto, é ainda mais complicada. Isso porque o time baiano está três pontos à frente dos gaúchos, na 15.ª posição, com uma vitória à mais e saldo de gols bastante superior: -1 a -6. Por isso, o Inter precisaria triunfar sobre o Fluminense, torcer para o Vitória cair em casa, contra o Palmeiras, e ainda tirar esta diferença no saldo.

A provocação de Grohe foi prova do clima mais leve que tomou conta do Grêmio após o título de quarta-feira. Não só pelo troféu em si, mas pelo fim do jejum do clube de 15 anos sem uma conquista nacional de elite. E o goleiro gremista garantiu que sem este peso, o time entrará mais forte em 2017.

"Hoje estamos mais leves. A partir disso, com esse peso saindo das nossas costas, abre portas para novas conquistas. Vai ser um ano diferente porque já entramos com uma conquista. Nos outros anos entrávamos com pressão por um título. Claro que a cobrança vai continuar por causa da grandeza do Grêmio, mas temos que manter o foco. O clube vai fazer seu planejamento para que a gente possa fazer um ano de 2017 muito bom."

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.