Andrew Yates / Reuters
Andrew Yates / Reuters

Campeão mundial, Casillas anuncia candidatura para comandar o futebol espanhol

'Juntos vamos colocar nossa Federação na altura do melhor futebol do mundo: o da Espanha', diz o ex-goleiro

Redação, Estadão Conteúdo

17 de fevereiro de 2020 | 13h32

Ex-goleiro da seleção da Espanha e capitão na conquista da Copa do Mundo de 2010, na África do Sul, Iker Casillas anunciou nesta segunda-feira, em suas redes sociais, que será candidato para ocupar o cargo de presidente da Real Federação Espanhola de Futebol (RFEF, na sigla em espanhol). As eleições acontecem este ano, mas ainda não há data definida.

"Me apresentarei como candidato quando forem convocadas as eleições. Juntos vamos colocar nossa Federação na altura do melhor futebol do mundo: o da Espanha. Estamos trabalhando com o máximo de respeito e mais de 23 mil eleitores nos esperam em uma eleição justa e transparente", disse Casillas, em um post no Instagram.

Desta forma, o goleiro, atualmente no Porto, indiretamente anunciou a sua aposentadoria de forma definitiva dos gramados após o final desta temporada. Após meses afastados do campo e dos treinos depois de ter sofrido um enfarte no dia 1.º de maio do último ano, o arqueiro diz que já conversou com os dirigentes do clube português sobre seu futuro.

"Já informei esta decisão ao presidente do meu clube, o Porto (Pinto da Costa), desta decisão, a quem só posso expressar meu mais profundo agradecimento", afirmou o goleiro de 38 anos e ídolo também do Real Madrid.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.