Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Estadão Digital
Apenas R$99,90/ano
APENAS R$99,90/ANO APROVEITE
Reuters
Reuters

Campeão mundial com a Espanha, Xabi Alonso anuncia aposentadoria

Com passagens por Liverpool, Real Madrid e Bayern de Munique, jogador de 35 anos vai deixar o futebol

Estadao Conteudo

09 de março de 2017 | 09h14

Volante titular da Espanha na conquista da Copa do Mundo de 2010, Xabi Alonso vai se aposentar ao fim da atual temporada na Europa. O jogador de 35, que segue dono do meio-campo do Bayern de Munique, anunciou sua decisão nesta quinta-feira, explicando que quer parar de jogar enquanto ainda pode atuar em alto nível.

"Não foi uma decisão difícil, mas eu acredito que é a hora certa. Eu ainda me sinto bem, eu acredito que é o momento certo. Eu queria terminar minha carreira ainda no mais alto nível e o Bayern é o mais alto nível. Estou incrivelmente orgulhoso e feliz de jogar pelo Bayern e ser parte desta família", disse o jogador ao canal de vídeo do clube alemão.

Natural de uma cidadezinha do País Basco, Xabi começou a carreira na Real Sociedad e ainda passou pelo Eibar antes de fazer história no Liverpool. No time inglês, ganhou a Liga dos Campeões da temporada 2004/05 e jogou a final do Mundial de Clubes contra o São Paulo.

Ele foi vendido ao Real Madrid em agosto de 2009, por mais de 30 milhões de euros, ajudando o time espanhol em cinco temporadas. Lá, ganhou a 'Champions' mais duas vezes e ainda levantou uma taça do Campeonato Espanhol.

 

Xabi Alonso depois trocou o Real pelo Bayern, no começo da temporada 2014/2015. Na Alemanha, venceu duas vezes o Alemão e uma a Copa da Alemanha. Com 17 jogos como titular na atual temporada, caminha para o tri. Antes da aposentadoria, porém, também quer tentar ganhar a Liga dos Campeões pela quarta vez. Com ele em campo o tempo todo, o Bayern avançou às quartas de final com um agregado de 10 a 2 sobre o Arsenal.

O volante já havia se aposentado da seleção espanhola, pela qual parou de jogar depois do fracasso da Copa do Mundo de 2014. Ele se despediu com 113 partidas e 16 gols. Além da Copa de 2006, venceu duas vezes a Eurocopa.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.