Marcos de Paula/AE
Marcos de Paula/AE

Campeão, Muricy Ramalho agradece apoio do torcedor brasileiro

'É engraçado ser ídolo, pois sempre que acontece um resultado ruim o técnico que é o culpado'

AE, Agência Estado

07 de dezembro de 2010 | 16h00

RIO - Campeão brasileiro com o Fluminense e premiado como o melhor técnico da competição na segunda-feira, Muricy Ramalho agradeceu o carinho e reconhecimento recebido nos últimos dias. Para ele, é curioso ser tratado como ídolo, já que os treinadores vivem sob intensa pressão no futebol nacional.

Veja também:

blog BATE-PRONTO - Muricy, rei dos pontos corridos

"É engraçado técnico ser ídolo, pois sempre que acontece um resultado ruim o técnico que é o culpado. No Brasil é engraçado, pois todo lugar que eu vou é uma loucura. Se chego em Recife todos querem falar comigo, em Porto Alegre é a mesma coisa e agora no Fluminense está assim também, acho isso incrível", afirmou.

Muricy acredita que recebe o carinho dos torcedores por conta da sua sinceridade. "A energia positiva que o povo brasileiro me manda é boa demais. Todos parecem torcer por mim e tenho que ser grato a isso. Acho que é por isso que eu ganho, pois o Brasil todo torce por mim, mesmo quem é de outro time. Talvez a explicação seja de que as pessoas gostam e precisam ouvir algumas palavras sinceras e sou muito isso, falo com sinceridade sempre", disse.

O técnico do Fluminense voltou a defender mudanças no calendário do futebol brasileiro. "Nosso país tem que modificar os campeonatos estaduais. Alguns dirigentes fazem reuniões para discutir certas coisas, mas sempre concordam com tudo, não debatem nada. Uma vez chegaram com um calendário do ano para me mostrar e eu elogiei, mas fiz a pergunta precisa no momento, vamos treinar quando?", comentou.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolFluminenseMuricy Ramalho

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.