Ricardo Nogueira/CBF
Ricardo Nogueira/CBF

Campeão olímpico, André Jardine troca seleção brasileira por lanterna do México

Treinador é anunciado oficialmente nesta quinta-feira pelo Atlético San Luis

Redação, O Estado de S.Paulo

03 de fevereiro de 2022 | 22h38

Campeão olímpico em Tóquio, o técnico André Jardine trocou a seleção brasileira sub-20 pelo lanterna do Campeonato Mexicano. O treinador foi anunciado oficialmente nesta quinta-feira pelo Atlético San Luis, que ressaltou suas qualidades em formar jogadores.

"Aos 42 anos, André chega ao clube após ter conquistado a medalha de ouro nas Olimpíadas de Tóquio 2020 como diretor técnico da seleção brasileira, conquista pela qual foi escolhido como Treinador do Ano no Prêmio Brasil Olímpico de 2021", informou o clube mexicano em suas redes sociais.

"Com vasta experiência na formação e detecção de talentos nos clubes brasileiros Internacional, Grêmio e São Paulo, André buscará exportar, não apenas sua filosofia vencedora, mas também gerar talento das forças básicas do Potosí para o time principal", completou o comunicado do Atlético San Luis.

Após a olimpíada, André Jardine serviu Tite como auxiliar na seleção principal nos embates das Eliminatórias Sul-Americanas para a Copa do Mundo do Catar. O treinador é aguardado no México nesta sexta-feira para iniciar os trabalhos na nova casa.

Jardine é o sexto treinador contratado pelo clube desde seu acesso à elite do futebol mexicano, em 2019. Sua missão é melhorar o desempenho no campeonato nacional e tirar a equipe da última colocação, após perder nas três rodadas disputadas. O San Luis visita o América, sábado, no estádio Asteca, mas o comandante brasileiro ainda não deve estar no banco de reservas.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.