Lucas Figueiredo/CBF
Lucas Figueiredo/CBF

Campeão olímpico, Matheus Cunha fecha com o Atlético por R$ 189 milhões e é esperado em Madri

Destaque na conquista do ouro em Tóquio, atacante de 22 anos é aguardado na capital espanhola para realizar exames e assinar contrato. Jogador foi convocado por Tite para os dois próximos compromissos da seleção

Redação, O Estado de S.Paulo

24 de agosto de 2021 | 12h10

Um dos destaques da seleção brasileira campeã olímpica nos Jogos de Tóquio, o atacante Matheus Cunha acertou sua ida para o Atlético de Madrid. Segundo Fabrizio Romano, jornalista italiano especialista no mercado de transferência, o clube espanhol vai pagar 30 milhões de euros (R$ 189 milhões) ao Hertha Berlin pela contratação do jogador

O acordo teria sido fechado na noite desta segunda-feira, com a troca de documentação entre os clubes. O atleta de 22 anos é aguardado na capital espanhola para realizar exames médicos e assinar o contrato com a equipe colchonera. O Everton, time de Richarlison, também era um dos interessados. 

Convocado por Tite para os jogos contra Chile e Argentina pelas Eliminatórias da Copa do Mundo de 2022, Matheus Cunha está indo para o seu quarto clube na carreira. Apesar de ter jogado nas categorias de base do Coritiba, o atacante começou como profissional no Basel, da Suíça, e depois foi para o RB Leipzig, camisa com a qual foi indicado ao Prêmio Puskas em 2019. 

Em 2020, foi contratado pelo Hertha Berlin em 2020 por cerca de 20 milhões (R$ 94 milhões na época). No contrato, colocou uma cláusula para ser liberado para disputar a Olimpíada de Tóquio, já que os clubes não têm obrigação de ceder seus atletas fora da Data Fifa. 

O jogador fez três gols em cinco jogos e foi o vice-artilheiro da equipe no torneio. Ele marcou o primeiro gol do Brasil na vitória por 2 a 1 sobre a Espanha, que garantiu a medalha de ouro. 

No Atlético de Madrid, Matheus Cunha terá a companhia de dois brasileiros, o lateral esquerdo Renan Lodi, e o zagueiro Felipe. Ambos foram convocados para a disputa da Copa América e seguem no radar de Tite. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.