Paulo Fernandes/Vasco.com.br
Paulo Fernandes/Vasco.com.br

Campello toma posse no Vasco: 'Com humildade e confiança encaro essa tarefa'

Médico foi eleito com 154 votos dos conselheiros, contra 88 de seu concorrente, Julio Brant

Estadão Conteúdo

22 Janeiro 2018 | 23h26

Agora é oficial! Depois de idas e vindas no processo eleitoral - com direito a duas votações, urna impugnada, processos na Justiça e muita discussão e polêmica -, o Vasco tem um novo presidente. Depois de vencer a disputa com Julio Brant no Conselho Deliberativo na última sexta-feira, o médico Alexandre Campello foi empossado nesta segunda, na sede do clube na Lagoa Rodrigo de Freitas, no Rio de Janeiro. O novo dirigente foi eleito com 154 votos dos conselheiros, contra 88 de seu concorrente.

+ Após Copinha, Vasco promove 7 jovens da base ao elenco principal

Após ser empossado como presidente, Alexandre Campello convocou e apresentou os demais integrantes da diretoria. Ao todo, 16 vice-presidentes assumiram o comando de seus respectivos departamentos. Considerada uma das mais importantes do clube, a vice-presidência de futebol será ocupada por Fred Lopes, que possui no currículo um mandato como vice-presidente de patrimônio.

Em seu discurso de posse, Alexandre Campello não escondeu a alegria e exaltou a grandeza do Vasco. "Assumo a presidência tendo a plena consciência da enorme responsabilidade. Encaro com humildade porque sei que precisarei de todos os vascaínos boa fé. Tenho mais de 30 anos de clube, conheço o Vasco, seus meandros, e me sinto capaz de fazer as mudanças que o clube precisa. O que me move é o desejo de servir esse clube e torná-lo melhor", disse.

Logo depois da posse, Alexandre Campello concedeu entrevista coletiva e falou sobre reforços pedidos pela comissão técnica. "Zé Ricardo (técnico) me passou os nomes. Alguns estão bem encaminhados. Adiantar nomes não ajuda em nada. No momento certo vamos anunciá-los", afirmou.

Sobre o problema com salários atrasados, o novo presidente disse que a diretoria já está tomando providências para "regularizar a situação". "O que garantimos é que o planejamento será feito. Estamos tomando providências para regularizar essa situação. Essa semana ainda vamos regularizar salários e a ideia é que até dia 5 de fevereiro o salário esteja regularizado. Fizemos o Zé Ricardo entender que é uma nova gestão que está começando, isso já traz uma estabilidade para o treinador. Vamos a partir de amanhã (terça-feira) começar o trabalho, uma nova gestão".

Mais conteúdo sobre:
Vasco

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.