Jonas Ekstromer/AP
Jonas Ekstromer/AP

Campeões de 1958 voltam ao Rasunda e se emocionam

Estádio foi palco do 1º título em Copa do Mundo da seleção. Pelé, Zito, Mazzola e Pepe representam o País

MATEUS SILVA ALVES, Agência Estado

14 de agosto de 2012 | 07h50

ESTOCOLMO - Na manhã desta terça-feira, quatro campeões do mundo em 1958 viveram uma grande emoção. Pelé, Zito, Mazzola e Pepe fizeram uma visita ao Estádio Rasunda, em Estocolmo, onde a seleção brasileira conquistou o primeiro de seus cinco títulos mundiais. Eles se encontraram no local com oito integrantes da equipe sueca vice-campeã do mundo, os únicos daquela equipe que ainda estão vivos, entre eles Simonsson, autor do segundo gol sueco na derrota por 5 a 2.

A visita foi um dos eventos organizados pela Federação Sueca de Futebol para marcar a despedida do Rasunda, que será demolido no ano que vem. Um outro estádio, a cerca de um quilômetro do antigo, está em fase final de construção. "Fiquei feliz pela oportunidade de voltar aqui. O Brasil começou aqui, até então ninguém conhecia o Brasil. Até a inscrição na bandeira estava errada", disse Pelé.

"Estou emocionado, o estádio é maravilhoso, continua lindo. Foi uma ideia linda nos trazerem aqui para celebrar essa coisa maravilhosa que foi o primeiro título do Brasil", comentou Zito.

No fim da tarde desta terça-feira, Pelé e os demais integrantes das seleções do Brasil e da Suécia de 1958 participarão de um jantar com a Rainha Silvia, que tem ascendência brasileira. Esse encontro está marcado para o hotel em que está concentrada a seleção brasileira, que nesta quarta-feira vai enfrentar a Suécia no Rasunda. O amistoso será o principal evento da despedida do histórico estádio de Estocolmo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.