Campeões de 62 acreditam no Brasil na próxima Copa e sucesso de Neymar

Pepe e Zito estão demonstram confinaça

EDUARDO BRESCIANI, O Estado de S. Paulo

13 de junho de 2013 | 12h54

BRASÍLIA - Depois de receberem homenagem em Brasília na inauguração de uma exposição sobre a conquista da Copa em 1962, os ex-jogadores do Santos e da seleção Pepe e Zito deram declarações de confiança nas possibilidades de novo triunfo do Brasil na Copa de 2014. Os dois também fizeram diversos elogios a Neymar.

“O Brasil continua sendo uma força. Talvez não tenha mais um Garrincha, um Pelé, mas tem bom futebol e é favoritíssimo”, disse Pepe. “Claro que há muita diferença entre o que nós fizemos e o que acontece hoje, mas o Brasil continua com o melhor futebol do mundo e tem muita chance de ganhar. O Brasil sempre tem o melhor elenco”, afirmou Zito.

Em meio a diversos autógrafos e fotos, Pepe disse acreditar que após a Copa do Mundo o brasileiro Neymar já estará no mesmo nível do argentino Lionel Messi, considerado o melhor do planeta atualmente. “É só uma questão de tempo para se adaptar ao Barcelona. Ele tem muito futebol e já no ano que vem, depois da Copa, já estará equiparado ao Messi”, afirmou o ex-atacante santista. Zito corroborou a opinião do colega e afirmou que Neymar já vai para a Europa como o maior jogador entre os que atuavam na América do Sul.

Ídolo do Botafogo e atacante que substitui Pelé na Copa de 1962, Amarildo tem uma visão diferente sobre o sucesso da seleção. Ele disse discordar da forma como está sendo montando o time atual e que a seleção “ainda não está preparada” para ser campeã. Na visão dele, ainda falta uma base para a equipe brasileira conseguir sucesso no Mundial.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.