Campeões vão 'exibir' títulos na camisa durante a Libertadores

Clubes poderão utilizar um patch indicando as taças que já garantiu na competição

Estadao Conteudo

22 Fevereiro 2017 | 14h11

A Conmebol anunciou uma novidade para a Copa Libertadores de 2017 nesta quarta-feira. A partir da edição deste ano da principal competição continental da América do Sul, os clubes que já foram campeões poderão utilizar um patch na camisa indicando quantos títulos já venceram.

O patch, em formato de escudo, foi revelado pela Conmebol nas redes sociais. Prateado e marrom, parecido com o escudo do Arsenal, ele tem o desenho da taça da Libertadores, a inscrição "Conmebol" e o número de títulos da equipe.

Entre os brasileiros, poderão se gabar de suas taças o Santos (três títulos: 1962, 1963 e 2011), o Grêmio (bi em 1983 e 1995), o Palmeiras (1999), o Flamengo (1981) e o Atlético-MG (2013). Só Botafogo e Atlético-PR, que entram em campo nesta quarta na fase preliminar em busca da vaga na fase de grupos, e Chapecoense nunca foram campeões.

São Paulo, Corinthians, Cruzeiro, Internacional e Vasco, que também foram campeões do torneio, vão ter que esperar outra oportunidade para se gabarem de suas conquistas, uma vez que não estão classificados à Libertadores. A Conmebol não revelou que repetirá a ideia na Sul-Americana, conquistada pelo São Paulo em 2012.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.