Divulgação
Divulgação

Campeonato Cearense é suspenso até 11 de março sob suspeita de manipulação de resultados

Crato, clube suspeito, foi rebaixado após terminar primeira fase na lanterna com 39 gols sofridos em 14 jogos; decisão pode afetar classificação e obrigar nova realização das quartas de final

Redação, Estadão Conteúdo

06 de março de 2022 | 21h37
Atualizado 07 de março de 2022 | 17h57

O Campeonato Cearense foi suspenso até o dia 11 de março devido a suspeita de manipulação de resultados do Crato na competição local. O torneio estadual já está em sua fase semifinal, e o time do Crato terminou na lanterna do campeonato, com somente cinco pontos somados e incríveis 39 gols sofridos em 14 partidas, sendo rebaixado para a divisão de acesso.

A decisão foi do TJDF (Tribunal de Justiça Desportiva do Futebol do Ceará), que irá julgar na próxima sexta-feira a condição do Crato na competição. O auditor, que é o presidente do TJDF, Frederico Bandeira Fernandes, pede a exclusão do Crato e que todos seus jogos sejam considerados W.O., com vitória de 3 a 0 para o adversário.

Caso o W.O. seja confirmado, haveria mudança na classificação da primeira fase do Campeonato Cearense. O Maracanã sairia do 5º lugar, com 17 pontos, para a 3ª posição, com 21, ultrapassando o Pacajus (20 pontos) e eliminando o Iguatu (19 pontos). O Icasa também ganharia três pontos e ganharia posições, totalizando 19 pontos.

Nas quartas de final, o Iguatu - eventual prejudicado caso seja confirmada a exclusão do Crato - surpreendeu e venceu nos pênaltis o Ceará. Neste fim de semana, foi derrotado pelo Caucaia no jogo de ida das semifinais, por 2 a 0. Portanto, qualquer mudança na classificação da fase inicial provocaria a realização novamente da fase quartas de final, com participação de Fortaleza, Ceará, Maracanã e Pacajus.

O presidente do TJDF disse, inclusive, que o jogo da tarde deste domingo, entre Caucaia e Iguatu, não está valendo nada. De acordo com ele, o delegado da partida foi comunicado e o jogo deveria ter sido suspenso.

Apesar disso, a bola rolou e o Caucaia venceu o Iguatu e encaminhou sua vaga para a grande decisão do Estadual. A outra semifinal, que está suspensa, será jogada entre Ferroviário e Fortaleza e estava provisoriamente agendada para terça-feira.

FORTALEZA SE POSICIONA

Nesta segunda-feira, o Fortaleza divulgou uma nota mostrando contrariedade à paralisação do Campeonato Cearense. O clube afirma que tomará todas as medidas cabíveis para a sequência do torneio e diz que entrará em campo nesta terça-feira para jogar com o Ferroviário o duelo de ida das semifinais. Confira a nota:

O Fortaleza EC tomou ciência de decisão exarada pelo presidente do Tribunal de Justiça Desportiva do Estado do Ceará determinando a suspensão do Campeonato Cearense 2022, que está atualmente em disputa de semifinais.

O clube lamenta que o transcorrer da principal competição do futebol cearense sofra intervenção externa, absolutamente inesperada por todos os que seguem no certame.

O Fortaleza EC informa a seus torcedores e associados que tomará imediatamente as medidas judiciais cabíveis, na instância desportiva, para fins de preservar os seus direitos de disputa e de manutenção do andamento da competição, em observância ao principio jurídico-desportivo da estabilidade dos campeonatos.

Informa ainda que, com apoio na Nota Oficial da Federação Cearense de Futebol, disputará a primeira partida das semifinais do campeonato a ser realizada amanhã, 08 de março, às 21h30 na Arena Castelão contra o Ferroviário Atlético Clube.

Por fim, reitera a posição histórica deste clube de lealdade à competitividade desportiva e aos resultados conseguidos dentro do campo de jogo. É assim que o Fortaleza EC cumpre seu papel no Desporto Cearense.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.