Lee Smith / Reuters
Lee Smith / Reuters

Campeonato Inglês avalia adoção de pausa durante o inverno europeu

Paralisação seria realizada em janeiro para manter tradições como o "Boxing Day"

Estadão Conteúdo

06 de fevereiro de 2018 | 11h18

O Campeonato Inglês pode "copiar" o calendário adotado pelas principais ligas nacionais do futebol europeu e passar a adotar uma pausa durante o período do inverno no continente a partir de 2019.

+ Com um a mais, Watford goleia Chelsea e deixa Conte ameaçado no cargo

+ Kane perde pênalti, mas marca nos acréscimos e Tottenham empata com Liverpool

A Premier League, responsável pela organização do Campeonato Inglês, revelou nesta terça-feira que está em conversações há alguns meses com a Associação de Futebol da Inglaterra e a Liga de Futebol Inglesa, que organiza as três divisões subsequentes do país, para encontrar uma lacuna no calendário para implementar essa paralisação.

De acordo com a Premier League, a entidade tem analisado "os desafios do calendário de futebol inglês cada vez mais congestionado e formas pelas quais podemos trabalhar juntos para minimizar esse inchaço e, ao mesmo tempo, oferecer aos jogadores um intervalo no meio da temporada".

A tendência é que essa pausa seja adotada em janeiro, diante da tradição da Inglaterra de realizar vários jogos durante o período de festas do fim do ano, incluindo a disputa de uma rodada completa no Boxing Day, o dia seguinte ao Natal. O calendário apertado no fim do ano, inclusive, foi alvo de críticas de técnicos de diversos clubes participantes do Campeonato Inglês nesta temporada.

"Se pudermos encontrar esse espaço no calendário, estamos aberto a isto em princípio e continuaremos com as discussões construtivas com nossas partes interessadas no futebol para buscar uma solução viável", acrescentou a Premier League no seu comunicado.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolCampeonato Inglês

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.