EFE/Sebastián Laureano Miranda
EFE/Sebastián Laureano Miranda

Campeonato Mexicano volta sexta-feira com torcida única após briga no jogo Querétaro x Atlas

Batalha campal entre torcedores das duas equipes no último sábado chocou o mundo do futebol

Redação, Estadão Conteúdo

07 de março de 2022 | 21h43

Muita gente ainda não conseguiu digerir as fortes e tristes imagens da batalha campal entre torcedores do Querétaro e do Atlas no sábado, no estádio Corregidora, que terminou com 26 feridos. Nesta segunda-feira, o presidente da Liga MX anunciou que o Campeonato Mexicano continuará com a 10ª rodada do Torneio Clausura iniciando na sexta-feira. A entidade proibiu a presença do torcedores visitantes nos jogos e prometeu reforço de segurança. O Querétaro ainda corre risco de ser excluído do torneio.

"Vamos resolver esse problema com sanções, medidas de segurança reforçadas e vamos seguir em frente", afirmou Mikel Arriola, presidente da Liga MX, à Televisa. O dirigente dividiu o dia analisando quais medidas a serem impostas ao Querétaro, mandante do jogo e principal responsável pela confusão, e dando explicações à imprensa.

Sobre o banimento do Querétaro da atual edição do Campeonato Mexicano, o dirigente pediu um pouco de calma. "Todos os cenários estão na mesa, mas temos que analisar, porque não podemos tomar uma decisão que não tenha a visão de todas as partes, para que conheçamos essas sanções", pediu paciência o dirigente.

Arriola disse que a manutenção da competição já com rodada na sexta-feira é pelo empenho dos jogadores e fez um pedido aos mexicanos: "Confiem no futebol e vamos adiante." Não escondeu, contudo, que as punições serão rígidas e que a batalha não passará impune. "Daremos as duras sanções e seguiremos em frente. Temos de garantir a fonte de trabalho dos jogadores. É muito importante. Mas com toda a ênfase na segurança."

Dos 26 internados no Hospital Geral de Querétaro após a briga generalizada no Corregidora, 19 tiveram alta nesta segunda-feira. Dois já haviam sido liberados no domingo e, dos cinco que permanecem sob cuidados médicos, somente um está em estado grave com trauma na cabeça, enquanto um torcedor perdeu a visão de um dos olhos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.