Campeonato não pára, garante Zveiter

O desembargador Luiz Zveiter, presidente do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), disse nesta terça-feira que não há a menor possibilidade de o Campeonato Brasileiro ser interrompido por conta da ação judicial impetrada pelo Ministério Público Federal (MPF) - que pede a suspensão da decisão que anulou os 11 jogos apitados pelo ex-árbitro Edilson Pereira de Carvalho. O risco de paralisação cresceu de maneira acentuada ontem, quando dois auditores do MPF ingressaram com uma ação civil pública, pedindo que fosse revista a anulação dos jogos suspostamente contaminados pela manipulação de resultados. Uma decisão a respeito da representação deverá ser tomada ainda nesta terça. ?Não há a menor risco de o Brasileiro ser suspenso ou de não acabar (por causa da ação). ?Eu nem sei porque eles (procuradores) fizeram isso. Eles não devem saber que já existe uma ação na 8ª Vara (do Rio) impetrada por uma torcida organizada e a Justiça determinou que a decisão do STJD deveria ser cumprida integralmente. Acho que os procuradores viram um processo diferente?, disse Zveiter em entrevista ao programa Redação Sportv. ?De qualquer maneira, me parece um pedido inócuo?, acrescentou. Zveiter criticou também o presidente do Internacional, Fernando Carvalho - líder do movimento que pretendia tornar sem validade a anulação dos 11 jogos (a anulação foi ratificada ontem pelo pleno do STJD). Zveiter disse que ao tentar derrubar a anulação, Carvalho estava apenas ?jogando para o público interno?.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.