Alex Silva/Estadão
Alex Silva/Estadão

Candidatos à presidência aprovam reunião com Tirone no Palmeiras

Décio Perin, Wlademir Pescarmona e Paulo Nobre conversaram com o atual presidente

Daniel Batista, O Estado de S. Paulo

21 de novembro de 2012 | 21h10

SÃO PAULO - Os candidatos à presidência do Palmeiras, Décio Perin, Wlademir Pescarmona e Paulo Nobre, se reuniram por cerca de uma hora com o presidente Arnaldo Tirone nesta quarta-feira para falar sobre a situação do clube a eleição, que será realizada no dia 21 de janeiro do ano que vem. A conversa foi nomeada por eles como um amadurecimento político, já que selaram um acordo para que a transição e todo o período eleitoral seja feito com ética e cordialidade. Em conversa com o Estado, Perin e Pescarmona disseram estar satisfeitos com o resultado.

"Foi uma reunião curta, porém objetiva. O que posso dizer é que saímos contentes por demonstrarmos um amadurecimento político. A cordialidade e a franqueza apresentada em nossas opiniões foram fundamentais", disse Décio Perin.

Já Pescarmona destacou a atitude de Tirone. "A boa vontade dele em nos atender foi importante. Estamos no caminho certo e a partir da próxima semana, faremos novas conversas para saber melhor a situação de cada setor do clube. Quem ganha com essa postura é o Palmeiras."

Os candidatos farão reuniões com os setores administrativo, de marketing, futebol e financeiro do clube, em reuniões que ainda serão agendadas, conforme a disponibilidade dos candidatos. Na reunião desta quarta-feira, não foi conversado sobre nenhuma aliança política.

Além de Tirone, participaram também da reunião o vice-presidente Roberto Frizzo e o diretor financeiro Antônio Henrique Silva. O candidato Paulo Nobre não atendeu as ligações da reportagem.

Tudo o que sabemos sobre:
PalmeirasFutebol

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.