Candidatura ibérica aposta em apoio de astros do futebol

A candidatura conjunta de Espanha e Portugal revelou nesta quarta-feira alguns membros da comitiva que levará a Zurique, na Suíça, para a eleição da sede da Copa do Mundo de 2018, marcada para o dia 2 de dezembro. E aposta no prestígio de astros do futebol para conquistar a simpatia e os votos do Comitê Executivo da Fifa.

AE, Agência Estado

24 de novembro de 2010 | 17h19

Os principais nomes da comitiva são dois companheiros do Real Madrid: o goleiro espanhol Casillas e o meia-atacante português Cristiano Ronaldo, que são os capitães de suas seleções. Mas Espanha e Portugal também levarão ex-jogadores, como Hierro, Figo e Eusébio, além dos técnicos Vicente del Bosque e Paulo Bento.

Ao todo, são quatro candidaturas para a Copa de 2018, todas da Europa. Além de Portugal/Espanha, Rússia, Inglaterra e Bélgica/Holanda estão na disputa. No mesmo dia 2 de dezembro, a Fifa faz a eleição para a sede do Mundial seguinte, em 2022, com Estados Unidos, Austrália, Coreia do Sul, Japão e Catar na briga.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolCopa de 2018Fifa

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.