Candinho dá ?puxão de orelha? na Lusa

Nem mesmo a vitória por 5 a 4 sobre o Flamengo poupou os jogadores da Portuguesa de um "puxão de orelha" do técnico Candinho. Depois de ter chamado a atenção do grupo após a derrota diante do Bangu, por 3 a 0, o treinador não gostou da oscilação demonstrada pela equipe diante do Rubro-negro, quarta-feira à noite, no Canindé. Para a partida deste sábado, em casa, contra o Santos, Candinho vai apostar no que deu certo, ou seja, a dupla de ataque formada por Ricardo Oliveira e Sinval que, diante do time de Carlos Alberto Torres, marcaram três e dois gols, respectivamente. "Tenho de aproveitar a juventude do Ricardo. Espero que a todo momento ambos fiquem se procurando no campo para tirarmos vantagem deste bom momento que estamos atravessando", disse Sinval. Enquanto isso, tanto a defesa quanto o meio-campo vão contar com atenção especial no treinamento desta sexta-feira. O treinador da Lusa deseja que os jogadores desses setores marquem mais forte e mantenham a concentração durante os 90 minutos.

Agencia Estado,

31 de janeiro de 2002 | 19h13

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.