Candinho exige cautela contra Palmas

Toda a cautela é pouca no jogo desta quarta-feira da Lusa contra o pouco conhecido, e por isso perigoso, Palmas-TO. A afirmação é do técnico Candinho, que se diz apreensivo com a partida de estréia da equipe na Copa do Brasil, às 20h30, em Tocantins. O treinador prefere a prudência ao falar no favoritismo e lembra que os clubes menores costumam surpreender em torneios como a Copa do Brasil. O time é basicamente o mesmo que começou o jogo de sábado contra o Santos, com uma única alteração: a volta do zagueiro Sílvio Criciúma. O lateral-direito Alexandre Chagas, que era dúvida, deve começar jogando. Em outras palavras, força máxima da Portuguesa. Pelo visto, Candinho acredita mais no time tocantinense do que os próprios adversários. O clube atravessa uma enorme crise, resultado da péssima campanha da equipe na Copa Centro-Oeste, onde até agora não obteve nenhuma vitória, com duas derrotas e um empate. O técnico Tomás Abreu assumiu nesta terça-feira o time, após a demissão do treinador Djalma Lima, e terá nesta quarta-feira uma verdadeira ?batata-quente? nas mãos. Se perder por dois ou mais gols de diferença, o Palmas será eliminado da Copa do Brasil.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.