Canindé é novo líder do São Caetano

Agora sem Marcinho, negociado com o Palmeiras, a batuta de maestro do São Caetano está mudando de dono após vários anos. Em princípio, esta responsabilidade ficará com o meia Canindé, que estava afastado do time por contusão, e ganhou a confiança do técnico Estevam Soares para o jogo contra o Fortaleza, domingo, às 18h10, no estádio Anacleto Campanella. Na verdade, o técnico não esperava tanta desenvoltura do meia que volta depois de uma contusão muscular. Assim ele ganhou a posição de Élton, candidato à vaga, que será mais bem preparado para ser lançado no time. Canindé aceitou a responsabilidade, mas não quer ser comparado ao ex-companheiro. "Nossas características são diferentes. O Marcinho é mais rápido, enquanto eu armo mais as jogadas", diz o novo titular que vai ocupar a vaga de Fábio Pinto. Após dois empates contra Palmeiras e Goiás, o Azulão vai em busca de sua primeira vitória com outras mudanças confirmadas no coletivo desta sexta-feira à tarde. As principais são as entradas de Jean e Dimba no ataque nos lugares de Marcinho e Márcio Mixirica. Ambos farão suas estréias. Na direita, Alessandro, contundido, dá lugar a Renaldo. No meio-campo, Raulen foi sacado, para a entrada de Júlio César. Com apenas dois pontos e na 12ª posição, o São Caetano está longe do lugar sonhado por sua exigente diretoria.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.