Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Cannavaro diz que não repetirá o bom desempenho de 2006

Tetracampeão mundial pela Itália e eleito o melhor do mundo pela Fifa em 2006, o zagueiro italiano Fabio Cannavaro, atualmente no Real Madrid, explicou nesta quarta-feira que dificilmente manterá o mesmo ritmo neste ano, principalmente por ter se tornado "o alvo a ser batido"."É muito difícil, pois em 2006 eu realizei todos os sonhos da minha carreira", contou o italiano. "A bola de ouro da Fifa é o máximo que um jogador pode conseguir. Neste ano, a competição será dura, principalmente agora que todos se fixam em mim dentro de campo."Cannavaro, que está com 33 anos, espera conquistar um título pelo Real. Para isso, ele quer que os jogadores se empenhem para recuperar a equipe, que está em terceiro no Campeonato Espanhol. "Temos de nos manter tranqüilos e trabalhar bastante. Este é o único segredo para conquistar os títulos". O jogador já está na Espanha para participar dos treinamentos do clube, que pelo Campeonato Espanhol só volta a campo no próximo domingo, em jogo contra o La Coruña, pela 17ª rodada.

Agencia Estado,

03 de janeiro de 2007 | 11h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.