Cansaço atrapalha Paulista na Série B

O técnico Vágner Mancini atribuiu ao cansaço a derrota para o Sport, por 2 a 1, no estádio Jaime Cintra, neste domingo, no jogo de entrega das faixas do título da Copa do Brasil, pela 10.ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B. O esgotamento físico do time, aliado à pressão emocional que viveu nos últimos meses, para o técnico, acarretam um natural relaxamento no time. "Até certo ponto normal, pois a pressão foi muito grande, mas não podemos relaxar. Agora é trabalhar na recuperação para se classificar", comentou o treinador. A fórmula da recuperação na Série B, onde o time se encontra na 19ª colocação, com 11 pontos, passa por uma maior concentração na competição. O técnico não terá, no entanto, o benefício de treinar em Itu ou Jatinu, Centros de Treinamentos onde o time se concentrou ao longa da Copa do Brasil. A diretoria achou melhor manter o time em Jundiaí, conforme fez nos anos anteriores. Nesta terça-feira, após a folga na segunda, o elenco trabalha em dois períodos visando o Ituano, em Itu, na sexta-feira. Mossoró - Em relação ao meia Márcio Mossoró, muitas especulações continuam acerca de sua transferência. Seu empresário, Fernando César, que chegou a revelar que tinha em mãos 12 propostas de clubes brasileiros, viajou para a Espanha e criou uma expectativa de um acerto com algum clube europeu. Antes mesmo da final, o meia garantiu que não pretendia ir para o exterior por enquanto, pois pretende se casar em agosto e morar no Brasil com sua noiva. Do Brasil, Fernando César revelou após o jogo contra o Sport que o clube mais próximo de contar com o futebol do jovem é o Corinthians. O empresário Renato Duprat, que tem uma parceria com o Paulista, tem fortes ligações com a MSI e Kia Joorabchian, seu representante no país. Mossoró, que saiu machucado do último jogo, é dúvida para o próximo compromisso.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.