Reprodução/Instagram/julia_chicherina
Reprodução/Instagram/julia_chicherina

Cantora russa diz que teve show vetado pela Fifa após declarações políticas

Julia Chicherina faria apresentação no dia 15; entidade alega que "eventos não devem ser utilizados como plataforma para manifestações"

Estadão Conteúdo

07 Junho 2018 | 09h50

A cantora russa Julia Chicherina afirmou nesta quinta-feira que a Fifa vai impedir que ela faça uma apresentação durante a Copa do Mundo, que estava marcada pela entidade para acontecer no dia 15, na cidade de Rostov do Don, perto da fronteira com a Ucrânia. A artista teria sido desconvidada após críticas de teor político feitas contra os organizadores do Mundial e contra autoridades da Rússia.

Confira a tabela da Copa do Mundo da Rússia

Conheça os craques que disputarão a Copa

Veja raio-X das seleções do Mundial

De acordo com Julia, a Fifa enviou uma carta em que a alertava contra a música "On The Front Line", na qual ela aparece em vídeo cantando ao lado de tropas rebeldes vestidas com uniforme militar. A artista sugeriu que existe uma conexão entre membros da entidade e os "banderites", milícia de ucranianos ultranacionalistas que apoiaram nazistas na Segunda Guerra Mundial.

"Tem muitas pessoas em Donetsk", comentou a cantora, em referência a uma região da Ucrânia perto da fronteira com a Rússia. "Acho que os russos não vão enviar ajuda para seu próprio povo porque está acontecendo esse bacanal futebolístico", comentou Julia, antes de receber o veto da Fifa.

O empresário da artista afirmou que era possível que tivessem chegado a um acordo antes do envio da carta. "Sempre disse que a lista de músicas era negociável. Não seria um problema", comentou.

Em resposta às declarações de Julia, a Fifa afirmou que "o jogo deve se manter neutro de questões políticas e esses eventos não devem ser utilizados por associações, jogadores, fãs e quaisquer outros indivíduos como plataforma para manifestações políticas".

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.