Capello lamenta falta de opções para o gol da Inglaterra

Técnico italiano explica que promoveu o retorno do veterano David James para tentar resolver o problema

REUTERS

18 de fevereiro de 2008 | 12h02

O técnico da seleção inglesa Fabio Capello reclamou da falta de goleiros talentosos à disposição, e afirmou nesta segunda-feira que por isso foi obrigado a promover o retorno do veterano David James à equipe. O goleiro do Portsmouth, que perdeu a vaga na seleção quando Sven Goran Eriksson era o treinador, voltou ao time titular inglês no primeiro jogo de Capello no comando, a vitória de 2 a 1 sobre a Suíça em amistoso este mês. O ex-número 1 Paul Robinson não está jogando no Tottenham Hotspur após uma queda de rendimento, enquanto Scott Carson, do Aston Villa, falhou na derrota da Inglaterra por 3 a 2 para a Croácia, em novembro, quando a equipe acabou de fora da Eurocopa de 2008. Ben Foster, do Manchester United, tem sido bastante elogiado pela imprensa, mas está lesionado. Capello indicou que o futuro pode estar nas mãos do jovem Joe Hart, do Manchester City, titular da seleção sub-21. "Apenas 38 por cento dos jogadores são ingleses. As opções são reduzidas. Tive que reintegrar um goleiro de 37 anos, mas aposto em um jogador do time sub-21 que é muito interessante", disse Capello à radio italiana Radio Anch'io. Apesar das poucas opções de jogadores, Capello está gostando da experiência na Inglaterra. "A cultura deles é extraordinariamente bonita. Os estádios estão sempre cheios, eles fazem o seu melhor, mas sempre da maneira corrida. O árbitro deixa o jogo correr, ao contrário da Itália, onde a partida é sempre interrompida", disse ele.

Tudo o que sabemos sobre:
Seleção inglesaFabio Capello

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.