Capello pede desculpas por gesto obsceno em jogo do Real

O técnico do Real Madrid, Fabio Capello, precisou pedir desculpas para a torcida do clube merengue após fazer um gesto obsceno aos torcedores na vitória por 1 a 0 contra o Zaragoza, no domingo, pelo Campeonato Espanhol.O italiano se virou para a arquibancada e fez um ´famoso´ sinal com seu dedo médio. "Quero pedir desculpas pelo que fiz. Como técnico deste time, não deveria ter feito algo assim", disse o treinador. Capello afirmou que o gesto foi direcionado somente a dois torcedores que o estariam perseguindo. "Desde que cheguei aqui, há duas pessoas que têm me ofendido continuamente, e hoje (domingo) isso foi muito longe", desabafou.A imagem do gesto obsceno foi destaque em todos os diários espanhóis, mas o presidente do clube, Ramón Calderón, disse que o treinador não será punido. "Fabio está submetido a uma pressão e enorme e soube reconhecer seu erro. Está arrependido." O sérvio Pedja Mijatovic, Diretor de Futebol também defendeu o italiano: "Precisamos entender a situação. Ele é humano".Nos últimos dias, Capello barrou estrelas como Ronaldo e David Beckham, além da grande pressão que vem sofrendo por parte da torcida do Real e da imprensa espanhola, que não confiam mais em seu trabalho como comandante do time merengue.Fora por um mêsAlém da briga com alguns torcedores, Fabio Capello ganhou mais um problema neste fim de semana. Ele não poderá contar com o volante brasileiro Emerson por um mês. O jogador sofreu uma lesão muscular na perna direita diante do Zaragoza. Além dele, o atacante Raúl também sofreu uma contusão na perna direita e ficará longe dos gramados por três semanas.Matéria atualizada às 20h10

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.