Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Capello quer ´cortar a cabeça´ de Ronaldo no Real Madrid

A crise que está instalada no Real Madrid é de proporções "galácticas". Segundo a imprensa espanhola, o técnico italiano Fabio Capello pediu à diretoria uma limpeza no elenco. Dentre os jogadores que teriam a "cabeça cortada" pelo treinador está o brasileiro Ronaldo, que não tem rendido o esperado dentro de campo.Segundo o jornal espanhol AS, Capello pretende realizar uma reformulação radical, na qual Ronaldo e o atacante Antonio Cassano seriam negociados o mais rápido possível. "Nossa intenção é de vendê-los agora mesmo", teria dito o treinador ao diário. "Da forma que estão, não quero que eles façam parte do meu projeto."A lista de dispensa não para por aqui. O treinador não quer que o contrato do astro inglês David Beckham seja renovado. Da mesma forma, mais seis jogadores receberam um "cartão amarelo" para ficarem atentos. São eles: Robinho, Emerson, Raúl, Guti, Cannavaro, e Michel Salgado.Falta de liderançaDiretor esportivo, Pedja Mijatovic revelou que mudará sua postura com os jogadores. Desta forma, o dirigente passará a tratar os atletas com "mão de ferro". Além disso, Mijatovic também aumentará sua pressão sobre Capello, que apesar de ter pedido a cabeça dos atletas, pode ser demitido em caso de novas derrotas.O diário espanhol Marca revelou que os jogadores não respeitam Capello, que se mostra profundamente abatido nos vestiários. Parte do elenco considera que o treinador está "perdido" e não tem mais controle sobre o grupo. Vale lembrar que a diretoria do Real gastou 100 milhões de euros para contratar os jogadores indicados pelo italiano.Nesta quinta-feira, o Real enfrenta o Betis, pela Copa do Rei. Já no Campeonato Espanhol, competição em que o clube é apenas o terceiro colocado, o próximo duelo só acontecerá no domingo, contra o Zaragoza.

Agencia Estado,

09 de janeiro de 2007 | 09h59

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.