Capitão da Grécia afastado por doping

O capitão da seleção grega de futebol pode ser suspenso por até dois anos por uso de doping. Thodori Zagorakis, do AEK Atenas, está em situação delicada porque deu positivo o exame antidoping a que se submeteu após uma partida pelo campeonato nacional, em março. A contraprova, realizada na sexta-feira passada, também apontou presença de esteróides anabolizantes. A primeira consequência negativa para Zagorakis foi o afastamento para o amistoso da semana que vem com a Cróacia. Vassilis Daniil, técnico da seleção, preferiu não convocá-lo, até que o caso seja esclarecido. O jogador, de 31 anos, garante que não recorreu a nenhum produto proibido. Recentemente tomou antibióticos, receitados pelo médico do AEK, e suspeita de que ali estaria a origem de seus problemas. A Federação Grega de Futebol ainda não marcou data do julgamento. Se Zagorakis for considerado culpado, a pena máxima prevista na legislação do país é de dois anos de suspensão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.