Michael Dalder/Reuters
Michael Dalder/Reuters

Capitão da seleção russa, Dzyuba é cortado após vazamento de vídeo íntimo

Atacante não enfrentará Moldávia, Turquia e Sérvia nos jogos da equipe neste mês

Redação, Estadão Conteúdo

08 de novembro de 2020 | 17h37

A comissão técnica da seleção russa cortou temporariamente o atacante Artem Dzyuba, capitão da equipe, após o vazamento de um vídeo na internet onde o atleta de 32 anos aparece se masturbando.

Com a decisão, o centroavante, que atua pelo Zenit, não entrará em campo para amistoso com a Moldávia, no dia 12 de novembro, nem nos jogos contra Turquia e Sérvia, nos dias 15 e 18, respectivamente, pela Liga das Nações da Uefa.

"A situação com o Artem Dzyuba tem nada a ver com a seleção da Rússia, sob o ponto de vista esportivo. Por isso, nós não temos que dar mais comentários detalhados sobre esse assunto. Mas a comissão técnica entende que a seleção precisa se preparar para os próximos jogos com o máximo de concentração e não distraída com outras coisas" disse o técnico Stanislav Cherchesov sobre o assunto.

Dzyuba ainda não se pronunciou sobre o vídeo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.