Everton Oliveira/Estadão
Everton Oliveira/Estadão

Capitão de 2002, Cafu vira embaixador do álbum de figurinhas da Copa

Ex-lateral é destaque na publicação da Panini, que será encartada no ‘Estado’ domingo, dia 18

Paulo Favero, O Estado de S.Paulo

13 Março 2018 | 07h02

Cafu disputou 21 jogos em quatro Copas do Mundo e detém o recorde de três finais consecutivas do torneio. Tal façanha o colocou em destaque no Álbum de figurinhas oficial da Copa do Mundo Fifa Rússia 2018, que será lançado no domingo, 18 de março, e encartado na edição do Estado. Mesmo aposentado dos gramados, ele festeja o fato de estar na publicação deste ano.

+ Álbum de figurinhas da Copa do Mundo traz novidades

“Eu ainda faço parte por causa da minha história no futebol mundial. Estar no álbum da Panini em três páginas é incrível para mim. Disputar uma final já é difícil, duas é quase impossível, três dificilmente alguém vai bater esse recorde. É para poucos. Para estar no álbum precisa chegar à seleção brasileira, depois ir para uma Copa... Nunca imaginei que um dia estaria no álbum desta maneira, como recordista. É muito gratificante”, disse, em entrevista ao Estado.

Cafu foi anunciado Embaixador do álbum e será garoto-propaganda da Panini. Ele até brinca que no momento que seus amigos e familiares descobrirem isso, sua vida vai mudar radicalmente. “Assim que anunciarem que sou embaixador oficial da Panini já vão começar os bombardeios, todo mundo pedindo figurinha, vai ser um assédio grande. O álbum ficou muito bonito, está fantástico, acho que ele fará todo mundo interagir dentro de casa, pai, mãe, filhos, porque é para todas as idades. Isso que é legal”, disse.

O ex-jogador do Brasil contou que quando era garoto gostava de colecionar figurinhas. Era uma época que tinha de usar cola para grudar o cromo no álbum. “Antes eu colecionava, agora me vejo no álbum. É uma honra grande”, comentou Cafu, que teve 179 convocações para a seleção brasileira, com 149 partidas no currículo. “O que eu tinha de fazer em relação à Copa do Mundo já foi feito.”

Na segunda-feira, ele aproveitou o lançamento da publicação para conhecer a fábrica da Panini em Barueri, na grande São Paulo. Ao lado de José Eduardo Martins, presidente da Panini Brasil, viu de perto onde são envelopadas as figurinhas do Mundial.

No álbum, cada seleção terá 18 figurinhas de jogadores, o escudo da confederação e uma imagem do time posado. A publicação segue a ordem dos grupos da Copa, do A ao H. Traz ainda símbolos do torneio, como a bola, o troféu, os pôsteres das sedes e todos os estádios. Ao final, ainda tem um espaço para “lendas” da Copa, com cromos especiais que contam um pouco da história do torneio.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.