Capitão do Japão diz que Zico deu confiança ao time

O zagueiro Tsuneyasu Miyamoto, capitão da seleção japonesa, disse nesta sexta-feira que o principal legado de Zico como técnico da equipe é o fato de os jogadores terem perdido o medo na hora de enfrentar adversários de maior tradição."Zico nos deu confiança para enfrentar equipes como Brasil, França, Alemania ou Grécia. Há cinco anos, era difícil para nós jogar contra esses "grandes", e agora não é mais", afirmou o zagueiro, na véspera da partida contra a Escócia, pela Copa Kirin, na qual a seleção se despedirá da torcida antes do Mundial.Derrotado pela Bulgária por 2 a 1 na estréia, na terça-feira, o Japão ainda pode ficar com o título da tradicional competição, que já teve a participação de várias equipes brasileiras, até a década de 90. Como a Escócia bateu os búlgaros por 5 a 1, o Japão terá de vencer o jogo por três gols de diferença.Miyamoto afirmou que está otimista quanto à participação japonesa na Copa. "Há quatro anos tínhamos um time jovem, e agora contamos com jogadores experientes e que atuam no futebol europeu. Para esses, jogar na Alemanha será como estar em casa", disse.Antes da Copa, o Japão fará mais dois amistosos na Europa, no dia 30, contra a Alemanha, em Leverkusen, e em 4 de junho, diante de Malta, em Dusseldorf. A estréia no Mundial, pelo Grupo F, o mesmo do Brasil, será no dia 12 de junho, contra a Austrália, em Kaiserslautern.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.