Carl Recine/Reuters
Carl Recine/Reuters

Capitão do Liverpool, Henderson fratura o pé e para por dois meses

Jogador precisará ser submetido a uma cirurgia na segunda-feira

Estadão Conteúdo

19 de setembro de 2015 | 10h17

A situação do Liverpool não é boa neste início de temporada. Além do início irregular no Campeonato Inglês e na Liga Europa, o time inglês perdeu neste sábado seu capitão. O meia Jordan Henderson foi diagnosticado com uma fratura no pé direito e, por isso, ficará afastado dos gramados por oito semanas.

Henderson, de 25 anos, sofreu a lesão no treino da última sexta-feira. Submetido a exames, viu o diagnóstico desanimador. O longo período de afastamento - praticamente dois meses - se deve ao fato de que o jogador precisará ser submetido a uma cirurgia, que acontecerá já nesta segunda.

O próprio Henderson foi quem confirmou a necessidade da cirurgia, através de uma mensagem nas redes sociais. "Estou muito desapontado e frustrado com o diagnóstico da lesão, mas vou trabalhar duro para estar de volta o mais rápido possível", escreveu em sua página no Twitter.

A lesão foi mais um baque na temporada para o meia, que já não atuava pelo Liverpool desde o dia 17 de agosto, quando sofreu uma contusão no calcanhar. Henderson chegou a ir para os Estados Unidos realizar tratamento antes de voltar aos treinos, quando sofreu a nova lesão.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.