Capitão do primeiro Mundial do Brasil é internado em São Paulo

Ex-zagueiro da seleção brasileira, Bellini está hospitalizado desde terça-feira

O Estado de S. Paulo

20 de março de 2014 | 08h48

SÃO PAULO - O capitão da primeira Copa do Mundo conquistada pelo Brasil, em 1958, Hilderaldo Luís Bellini, de 83 anos, está internado no Hospital Nove de Julho, em São Paulo. O ex-zagueiro, que sofre do Mal de Alzheimer há dez anos, já havia tido complicações decorrentes da doença e desde a última terça-feira está hospitalizado na UTI (Unidade de Tratamento Intensivo). No fim do ano passado, Bellini passou por tratamento durante dois meses.

Bellini fez história no Vasco. No clube carioca, pelo qual atuou por nove anos, o ex-capitão conquistou o Campeonato Carioca três vezes, em 1952, 1956 e 1958. Pela seleção brasileira, o zagueiro foi campeão mundial em 1958 e 1962, ao lado de Pelé e Garrincha. Primeiro capitão a levantar a taça do mundo com a camisa da seleção, o zagueiro ganhou uma homenagem em uma das entradas do Estádio do Maracanã. Mesmo sem ter as feições de Bellini, o monumento é conhecido como se fosse o próprio jogador.

O ex-atleta também atuou pelo São Paulo entre 1962 e 1967, mas não teve uma passagem tão vitoriosa quando foi no Vasco. Durante os cinco anos em que jogou pelo time paulista, não conquistou nenhum título. Já no fim de sua carreira, quando compensava sua falta de técnica com disposição, Bellini atuou também pelo Atlético-PR, antes de se aposentar em 1969.

Além de Bellini, que se recupera no hospital, Dino Sani, Zito, Moacir, Zagallo, Pepe, Pelé e Mazzola são os outros sete campeões do Mundial de 1958 que ainda estão vivos. Castilho, De Sordi, Djalma Santos, Gilmar, Nilton Santos, Oreco, Mauro, Orlando, Zózimo, Didi, Dida, Garrincha, Vavá e Joel já morreram.

Tudo o que sabemos sobre:
copa 2014copa do mundofutebolbellini

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.