Peter Powell/EFE
Peter Powell/EFE

Capitão do United, Carrick anuncia aposentadoria ao final da temporada

Após pendurar as chuteiras, ele deve aceitar o convite de José Mourinho para fazer parte da comissão técnica

Estadão Conteúdo

12 Março 2018 | 13h42

O capitão do Manchester United, Michael Carrick, de 36 anos, confirmou nesta segunda-feira que se aposentará ao final da temporada. E depois de pendurar as chuteiras, ele sinalizou que deve aceitar o convite de José Mourinho para fazer parte de sua comissão técnica.

+ Confira a classificação do Campeonato Inglês

"Chega um momento, que mesmo que você não queira, seu corpo diz a você que está na hora de parar de jogar futebol. E é nesse ponto que estou agora, e está tudo bem. É algo que você precisa aceitar", comentou em entrevista coletiva.

No mês passado, José Mourinho afirmou que, caso Carrick encerrasse a carreira de jogador, ficaria muito contente em tê-lo em sua comissão técnica. O jogador disse ter gostado do convite do seu atual treinador e afirmou também que tem conversado sobre o assunto. "Para ser honesto, não há nada confirmado ainda. Mas me parece que faremos acordo", revelou.

O meio-campista chegou ao Manchester United há 12 anos, contratado junto ao Tottenham. No ano passado, foi homenageado pelo clube pelos serviços prestados. A última temporada também foi de superação para o jogador.

Em setembro, ele descobriu que estava com arritmia cardíaca e revelou, meses depois, que precisou passar por cirurgia para corrigir o problema. Na coletiva desta segunda-feira, ele também contou detalhes de um dos momentos mais difíceis da carreira. Desde então não entrou mais em campo.

"Tive o problema no jogo contra o Burton. Começou no segundo tempo. Depois fiz alguns testes. O mesmo problema reapareceu no domingo seguinte, durante treinamento. Fiz o procedimento e agora me sinto muito bem. Demorou um pouco para superar esse problema. Durante dois os três dias fiquei na cabeça se continuaria ou não, se valia a pena seguir ou não. Mas rapidamente passou", disse.

No United, Carrick foi cinco vezes campeão inglês, também conquistou uma Liga dos Campeões, uma Liga Europa e um Mundial de Clubes. Nos últimos meses como jogador, ele se colocou à disposição do treinador para entrar em campo.

"Voltei a ficar em forma e espero terminar a carreira jogando. Ao menos gostaria de ter essa opção de poder jogar e não ser forçado a me aposentar. Sei que não vou poder jogar tantos jogos quanto gostaria. Mas tenho treinado duro e tentado seguir em forma para jogar até o final da temporada", finalizou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.