Capivariano aproveita desinteresse da Ponte Preta, vence e se mantém na elite

O Capivariano aproveitou o desinteresse da Ponte Preta para garantir a permanência na elite do Campeonato Paulista. Na noite desta quarta-feira, pela última rodada da primeira fase, o time de Capivari venceu os campineiros por 3 a 0, na Arena

Estadão Conteúdo

09 de abril de 2015 | 00h41

Capivari. Todos os três gols aconteceram ainda na etapa inicial.

A vitória fez o Capivariano chegar aos 16 pontos e escapar do rebaixamento à Série A2, terminando na terceira colocação do Grupo D e em 14.º lugar no geral. Já classificada para as quartas de final, a Ponte terminou na vice-liderança do Grupo B, com 27 pontos, e terá pela frente o Corinthians. A vaga na semifinal será decidida em apenas uma partida.

O confronto, marcado para o Itaquerão, vai acontecer no próximo domingo, mas a Federação Paulista de Futebol (FPF) ainda não definiu o horário. O provável é que o jogo aconteça às 16 horas, apesar da Polícia Militar pedir para que fosse realizado às 11 horas, por causa dos protestos contra o atual governo. A reunião do conselho arbitral das quartas de final será realizado nesta quinta-feira na sede da FPF.

O Capivariano aproveitou a falta de objetivos da Ponte Preta para matar a partida logo no primeiro tempo. Aos cinco, Rodolfo cruzou rasteiro, a zaga alvinegra não cortou e Samuel Souza concluiu para o gol aberto. Na sequência, Rodolfo recebeu lançamento de Oliveira, ganhou na velocidade de Diego Ivo, passou por João Carlos e marcou o segundo.

O terceiro saiu quando a Ponte era ligeiramente melhor e havia criado duas boas oportunidades. Aos 39, Samuel apareceu nas costas de Rodrigo Biro e tocou na saída de João Carlos. Com o gol aberto, Kleiton Domingues apenas completou.

Com o placar já decidido, o Capivariano voltou do intervalo mais tranquilo e passou a dar espaço para a Ponte Preta, que criou duas boas chances de fazer o gol de honra. Na melhor delas, Dedé aproveitou rebote da zaga e bateu de primeira. Douglas se esticou todo e mandou para escanteio. Já nos acréscimos, Rodrigo Biro chutou a queima roupa e o goleiro salvou novamente os donos da casa.

FICHA TÉCNICA

CAPIVARIANO 3 X 0 PONTE PRETA

CAPIVARIANO - Douglas; Oliveira, Marllon, Fernando Lombardi e Pedro Henrique; Amaral, Samuel Souza (Douglas Marques), Wigor e Kleiton Domingues (Ailton); Vinícius e Rodolfo (Francis). Técnico - Ivan Baitello.

PONTE PRETA - João Carlos; Rodinei (Josimar), Renato Chaves, Diego Ivo e Rodrigo Biro; Dedé, Juninho (Paulinho) e Adrianinho; Roni (Fagner), Thomas e Wellington. Técnico - Guto Ferreira.

GOLS - Samuel Souza, aos cinco, Rodolfo, aos 16, e Kleiton Domingues, aos 39 minutos do primeiro tempo.

ÁRBITRO - Flávio Rodrigues Guerra.

CARTÕES AMARELOS - Oliveira e Pedro Henrique (Capivariano).

RENDA - R$ 26.630,00.

PÚBLICO - 1.860 pagantes.

LOCAL - Arena Capivari, em Capivari (SP).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.