Ivan Storti/ Santos FC
Ivan Storti/ Santos FC

Carente na defesa, Santos perde dois zagueiros para times pernambucanos

Wagner Leonardo foi emprestado ao Náutico, enquanto Sabino teve acerto com o Sport após rescisão contratual

Redação, Estadão Conteúdo

05 de abril de 2021 | 08h20

O Santos terá de ir atrás de zagueiros no mercado. Depois de ver Laércio ir para a Chapecoense, o time da Vila Belmiro perdeu outras duas peças do setor neste fim de semana para Náutico e Sport, rivais do futebol pernambucano. No sábado, o jovem Wagner Leonardo, de 21 anos, foi emprestado até o fim da temporada ao Náutico para "ganhar experiência". O jogador fez alguns jogos pelo clube na defesa e também quebrou galho como lateral-esquerdo na ausência de Felipe Jonatan.

O torcedor santista aceitou a justificativa que o jovem sai para ganhar rodagem. Mas causou indignação a rescisão de Sabino. O clube pediu a volta do defensor do Coritiba após o Brasileirão, renovou seu contrato e, pouco tempo depois, optou pela rescisão, abrindo caminho para ele se acertar com o Sport sem nenhum ganho ao clube santista.

Sabino foi muito bem no Coritiba, o que fez o Santos exigir seu retorno. Contudo, a equipe alvinegra surpreendeu ao abrir mão do jogador. Ele fechou neste domingo com o Sport e chega como "titular absoluto".

A indignação dos santistas veio após a revelação de que Sabino ganhará R$ 150 mil no clube pernambucano. Os torcedores reclamam de o Santos abrir mão do jogador e ficar com Luiz Felipe na reserva ganhando R$ 130 mil e produzindo muito menos.

Com a saída de três nomes da defesa, o Santos fica apenas com quatro opções para a defesa. Além de Luiz Felipe, terá Luan Peres e os garotos Kayke e Alex. O torcedor pede a chegada de um nome de peso ao setor.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.