Werther Santana/Estadão
Werther Santana/Estadão

Carille admite ansiedade na estreia como técnico na Libertadores

Depois de ser auxiliar, Carille vai comandar o Corinthians em um jogo da Libertadores pela primeira vez

Gonçalo Junior, O Estado de S.Paulo

28 de fevereiro de 2018 | 11h00

A partida desta quarta-feira, na Colômbia, diante do Millonarios marca a estreia do técnico Fábio Carille como técnico do Corinthians no principal torneio sul-americano. O comandante admitiu ansiedade. E até minimizou os efeitos da altitude de 2600 metros da cidade de Bogotá.

+ Corinthians confirma Mateus Vidal no lugar de Rodriguinho

"Você não sente nada (da altitude), só o frio na barriga. Não tem cansaço, nada, mas estou bastante ansioso", afirmou o treinador em entrevista coletiva na noite desta terça-feira na Colômbia.

É a primeira vez do treinador no próprio estádio El Campín. "É a primeira vez que eu venho para cá, porque a gente revezava entre os auxiliares, como eu faço hoje também, então nunca tinha vindo", disse o treinador que se lembrou das circunstâncias da partida. "Eu me lembro que foi gol do Danilo, traz boas recordações, mas mais que isso, é um estádio que fizemos bons jogos, é um campo que dá boas condições de fazer um ótimo jogo", completou.

A estreia de Carille coincide com o momento em que o Corinthians tenta volta a ser protagonista no cenário sul-americano. O Corinthians retorna depois do hiato de 2017, quando não conseguiu a vaga nos torneios nacionais (o Grêmio acabou sendo campeão). Em 2016, o time caiu nas oitavas de final diante do Nacional, do Uruguai, ainda sob o comando de Tite.

Para a estreia, Carille vai apostar no meia Mateus Vital, de 19 anos, no lugar de Rodriguinho, suspenso pela expulsão na Copa Sul-Americana do ano passado. "Matheus Vital será o escolhido para começar o jogo. É a mesma característica do Rodriguinho, meia-atacante, com boa finalização, boa qualidade técnica", justificou o treinador em entrevista coletiva em Bogotá nesta terça-feira.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.