Rodrigo Gazzanel/ Ag. Corinthians
Rodrigo Gazzanel/ Ag. Corinthians

Carille admite início de temporada mais difícil do que nos anos anteriores

Treinador disse que esperava até que o Corinthians fosse eliminado pelo Racing por causa da falta de entrosamento

João Prata, O Estado de S.Paulo

28 de março de 2019 | 11h30

O técnico Fábio Carille já declarou algumas vezes que o atual elenco é melhor do que o dos outros dois anos que comandou o Corinthians por dar mais opções. No entanto, após o jogo contra a Ferroviária pelas quartas de final do Campeonato Paulista ele também admitiu que este início está sendo o mais complicado.

"Desses três anos, esse ano é o mais difícil. São 15 jogadores novos, se não me engano. Foi um início de muito trabalho. Mas os números nos fortalecem, temos evoluído, a equipe tem mostrado jogo a jogo uma melhora e isso é o mais importante", disse. 

O treinador admitiu que por causa da falta de entrosamento acreditava que o Corinthians seria eliminado na primeira rodada da Copa Sul-Americana. "Não acreditava passar pelo Racing pelo conjunto e dificuldade do primeiro jogo (empate em 1 a 1). Mas passamos. O time de camisa, e não digo isso só do Corinthians, mas de todos os times grandes, cresce nessas horas", afirmou.

O grande número de jogadores novos fez Carille realizar inúmeros testes na equipe. Na fase final do Campeonato Paulista ele já tem definida a parte defensiva e realiza algumas variações do meio para frente. São sete jogadores que tem atuado em quatro vagas: Jadson, Sornoza, Vagner Love, Clayson, Pedrinho, Boselli e Gustagol.

Também há alguns atletas que estão mais encostados, alguns até podem ser negociados antes do início do Campeonato Brasileiro. É o caso dos atacantes André Luis, Sergio Diaz e Gustavo Mosquito, dos meio-campistas Araos e Thiaguinho.   

O Corinthians enfrentará o Santos na semifinal do Campeonato Paulista. A partida deve acontecer no domingo, às 16h, em Itaquera. A Federação Paulista confirmará data e horário nesta quinta-feira.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.