Rafael Arbex/Estadão
Rafael Arbex/Estadão

Carille admite surpresa com a postura defensiva do Racing

Técnico do Corinthians esperava ver os argentinos no ataque e diz que resultado não deve interferir no clássico com o São Paulo

O Estado de S.Paulo

21 de setembro de 2017 | 07h01


O técnico Fábio Carille disse, após o empate sem gols do Corinthians com o Racing, nesta quarta-feira, pela Copa Sul-Americana, que ficou surpreso com a postura do adversário, que jogando em casa, preferiu atuar mais recuado. Os argentinos repetiram a formação do jogo disputado na Arena Corinthians, quarta-feira passada, e foram a campo no 5-3-2.

“Surpreendeu, sim (postura do Racing), mas me deixou satisfeito que conseguimos rodar. No terço final do jogo faltou mais ousadia. No segundo tempo, melhoramos um pouquinho, e a entrada do Rodriguinho era para ter uma presença de área maior", explicou o treinador.

Carille lamentou o resultado do jogo de ida, quando o Corinthians empatou por 1 a 1 em casa. "Tivemos oportunidade de matar em casa e não matamos, ou de vir aqui com 1 a 0. Eles não buscaram o gol e  o Cássio não trabalhou".

O Corinthians não terá muito tempo para lamentar, já que no domingo de manhã vai a campo para enfrentar o São Paulo, às 11h, no Morumbi. Carille acredita que o resultado desta quarta-feira não vai interferir no desempenho da equipe no clássico. “Se a gente perde, ganha ou empata, não muda nada para o clássico. Isso independe do resulado”, assegurou.

 

Notícias relacionadas
Tudo o que sabemos sobre:
Corinthiansfutebol

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.