Ivan Storti/ Santos FC
Ivan Storti/ Santos FC

Carille aponta falhas do Santos e prevê briga contra rebaixamento até o fim

Distante cinco pontos do Z-4, equipe alvinegra mira reação na próxima quarta-feira, quando recebe o Red Bull Bragantino

Redação, Estadão Conteúdo

07 de novembro de 2021 | 22h11

O técnico Fábio Carille até enxergou um bom início do Santos no clássico diante do Palmeiras neste domingo, mas reconheceu que o time santista se perdeu em campo no decorrer do jogo, principalmente na hora de ocupar o meio-campo durante a derrota por 2 a 0. O treinador do Santos destacou também que o adversário está mais entrosado e afirmou que a briga contra o rebaixamento deve seguir até as últimas rodadas.

"Começamos com volume maior, melhores oportunidades. Depois nos perdemos um pouco na partida. Tivemos dificuldades para nos encontrar e a equipe que jogou melhor saiu vencedora. Faltou uma melhor leitura das jogadas dentro de campo", afirmou Fábio Carille.

"O trabalho mental é diário, desde o primeiro dia que cheguei aqui. A gente sabe que vai assim até o final, faltam oito rodadas. Temos que entender, o Santos passa por uma reformulação. Amanhã é outro dia. As coisas não funcionaram. Fizemos três jogos neste mesmo sistema, mas contra o Palmeiras as coisas não funcionaram", completou o treinador.

Após vencer o Fluminense e o Athletico Paranaense em sequência no torneio, o Santos volta a tropeçar, desta vez em casa contra o rival Palmeiras. Apesar do resultado adverso neste domingo, o time santista se mantém sem riscos de entrar na zona de rebaixamento, devido às vitórias em sequência.

O Santos é o 15º colocado, com 35 pontos ganhos, cinco a mais que o Sport, primeiro time na zona de rebaixamento, que possui um jogo a mais. Também com 30 pontos vem o Juventude em 18º, com um jogo a menos que o Santos. O clube paulista volta a campo na próxima quarta-feira para enfrentar o Red Bull Bragantino, na Vila Belmiro, às 19h.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.