Daniel Augusto Jr/Agência Corinthians
Daniel Augusto Jr/Agência Corinthians

Carille define escalação do Corinthians e Ralf é relacionado para o clássico

Volante vai para o jogo pela primeira vez desde o retorno do futebol chinês, mas deverá iniciar no banco

Estadão Conteúdo

03 Março 2018 | 13h02

O técnico Fábio Carille comandou um treino neste sábado e definiu a escalação do Corinthians para o clássico contra o Santos, domingo, no estádio do Pacaembu, pelo Campeonato Paulista.

+ Cansaço é o inimigo comum de Santos e Corinthians no clássico

+ Confira a tabela do Campeonato Paulista

Na primeira parte, os jogadores se enfrentaram em dez contra dez em campo reduzido, com a presença de um "curinga". Depois, o técnico fez um treino de posicionamento de bola parada com os titulares para o clássico. E a principal novidade foi a presença de Rodriguinho, que estava suspenso na estreia da Copa Libertadores, no empate sem gols com o Millonarios, na Colômbia.

A equipe, assim, será a mesma do triunfo sobre o Palmeiras, no sábado passado: Maycon seguirá improvisado na lateral esquerda, Gabriel e Renê Júnior formarão uma dupla de volantes e o ataque será escalado sem um centroavante de referência.

O Corinthians deve iniciar o clássico deste domingo com a seguinte escalação: Cássio; Fagner, Balbuena, Henrique e Maycon; Gabriel, Renê Júnior, Jadson e Rodriguinho; Romero e Clayson.

Se o time titular não terá novidades, o volante Ralf foi relacionado pela primeira vez desde que retornou ao Corinthians. Livre no mercado desde que se desligou do Beijing Guoan, da China, ele foi anunciado no meio de fevereiro e estava, desde então, recuperando o condicionamento físico.

"É como se fosse minha primeira passagem. A partir do momento que não tiver esse frio na barriga, tem que parar de jogar. Isso eu aprendi com o Ronaldo (Nazário). Estou muito motivado para voltar e poder ajudar o professor e os companheiros", comentou o volante.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.