Daniel Tapia/ Reuters
Daniel Tapia/ Reuters

Carille deve voltar para o Oriente Médio após ser demitido do Corinthians

Treinador recebeu algumas ofertas de clubes brasileiros, mas está decidido a retornar para o exterior

Daniel Batista, O Estado de S.Paulo

25 de dezembro de 2019 | 13h05

Embora tenha sido cogitado em alguns clubes brasileiros, o técnico Fábio Carille não deve iniciar 2020 trabalhando no Brasil. O ex-treinador do Corinthians tem conversas para voltar a trabalhar em clubes do Oriente Médio e deve definir seu futuro nos próximos dias.

De acordo com a imprensa árabe, o treinador tem conversar com o Al Ain, da Arábia Saudita. O Estado apurou com pessoas próximas de Carille, que ele está decidido a não trabalhar no Brasil em 2020 e que o Oriente Médio seria a opção mais interessante para o momento, já que ele teve uma passagem recente pelo Al-Wehda, também da Arábia.

Carille teve seu nome especulado no Atlético-MG, ainda durante o Campeonato Brasileiro. O clube mineiro chegou a ter uma conversa com o treinador, mas não teve acerto, justamente, porque o treinador pretende voltar para o exterior. 

A possibilidade de voltar a trabalhar no Oriente Médio pode fazer com que Carille refaça parte de seus planos. A ideia inicial era passar um período na Europa, fazendo cursos e se aprimorando com mudanças da forma de ver futebol, sob o ponto de vista tático. 

O treinador foi demitido do Corinthians no começo de novembro. No clube paulista, somando duas passagens, ele um Campeonato Brasileiro (2017) e três vezes o Campeonato Paulista (2017, 18 e 19).

Para Entender

Mercado da Bola

Veja as principais negociações do futebol brasileiro. Clubes se movimentam para tentar se reforçar visando a próxima temporada

 

Tudo o que sabemos sobre:
Fábio CarilleCorinthiansfutebol

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.