J.F. Diorio/ Estadão
J.F. Diorio/ Estadão

Carille diz que Gustagol e Boselli não atuarão juntos no Corinthians

Treinador vê os dois centroavantes como concorrentes, mas admite que Vagner Love pode atuar pelos lados

João Prata, O Estado de S.Paulo

31 de janeiro de 2019 | 11h30

Gustagol é o principal destaque do Corinthians neste início de temporada. Marcou dois gols em quatro jogos disputados no Campeonato Paulista. Contra o Red Bull criou a principal oportunidade de o time alvinegro. Mauro Boselli iniciou a partida pela primeira vez na quarta-feira e foi contratado com status de titular. O técnico Fábio Carille, no entanto, avisou que só há espaço para um na equipe.

"Muito difícil iniciar com os dois. A não ser que mude o estilo da equipe atuar. Mas a principio não vejo os dois iniciarem juntos", comentou o treinador. Os dois disputam a posição para o clássico contra o Palmeiras, sábado, no Allianz Parque.

"O Gustavo está nos agradando demais. A ideia (de começar na reserva) foi porque iria para o quarto jogo seguido, para não ter problemas médicos. O Mauro é técnico, finaliza bem. O conjunto precisa melhorar pra facilitar a vida de quem atua no meio da área", complementou Carille.

O treinador, no entanto, acredita que Vagner Love possa atuar ao lado de um centroavante. O jogador que chegou recentemente e usará a camisa 9 ainda não tem data para estrear. "Ele ainda não fez nenhum treino com a gente ainda, chegou agora. Mas no Besiktas estava jogando perto do nove. Essa é a ideia", avisou.

O Corinthians volta a treinar nesta quinta-feira de olho no duelo com o Palmeiras. A tendência é que os jogadores que começaram em campo fiquem apenas na academia e a definição dos titulares para o clássico aconteça no trabalho de sexta-feira.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.