Arte/Estadão
Arte/Estadão

Carille diz que vitória não esconde atuação ruim do Corinthians

Técnico acredita que falta de entrosamento ajudou para deixar o jogo feio diante do Botafogo, em Ribeirão Preto

Redação, O Estado de S.Paulo

24 de fevereiro de 2019 | 22h25

O Corinthians venceu o Botafogo de Ribeirão Preto por 1 a 0, mas o resultado não foi suficiente para o técnico Fábio Carille deixar de criticar sua equipe. Segundo o treinador, o resultado positivo não pode esconder a má atuação da equipe.

"Estou comemorando a vitória, mas o resultado não pode esconder o nosso baixo rendimento. O jogo foi muito ruim e a gente sabe o quanto é difícil jogar com um a mais sem entrosamento", destacou o treinador, durante entrevista coletiva realizada no vestiário do estádio Santa Cruz.

De fato, o Corinthians não fez uma boa atuação e a fragilidade do Botafogo ajudou na piora da partida. Foram poucos lances de emoção e o time de Ribeirão Preto se complicou ainda mais no primeiro tempo, quando o zagueiro Plínio foi expulso por uma entrada violenta em Richard. 

Carille destacou a falta de entrosamento pelo fato do Corinthians ter ido a campo com uma formação mista. Fagner, Henrique, Manoel e Sornoza foram alguns dos titulares que não atuaram. Gustavo iniciou no banco de reservas e entrou no decorrer da partida. 

A preocupação do treinador é com o jogo diante do Racing, quarta-feira, na Argentina, pela Copa sul-americana. No primeiro duelo, a partida acabou empatada em 1 a 1 e o time brasileiro precisa do resultado positivo para se classificar. Empate sem gols, os argentinos avançam. Se for 1 a 1 novamente, a decisão será nos pênaltis e empate com dois ou mais gols, é o Corinthians quem avança. 

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.